Você pode não perceber, mas o corpo também sente sede no inverno

Você pode não perceber, mas o corpo também sente sede no inverno

É preciso beber água para o saudável funcionamento dos órgãos vitais do organismo

 

É comum reduzir a quantidade de água que se bebe no inverno. Afinal, na maioria das vezes a hidratação é uma forma de se refrescar, seja por conta do calor do ambiente ou para repor líquido perdido na transpiração. O que nem todos sabem é que o organismo também precisa de bastante água em épocas mais frias, mesmo que praticamente não sinta sede. A nefrologista Isabela Caetano, do Instituto de Nefrologia de Brasília (Ineb), ressalta que o corpo precisa de hidratação, independente se é verão ou inverno.

“Mesmo que a pessoa não sinta muita sede em dias frios, precisa, sim, beber água”, aconselha. A lista de funções do organismo humano que dependem de hidratação adequada para acontecer de forma plena é extensa, como a diluição de líquidos corporais, regulação da temperatura corporal e facilitação de transporte de nutrientes pelo corpo.

Além de garantir o correto funcionamento do organismo, a boa hidratação ajuda na prevenção de doenças. Uma delas é o cálculo renal, uma disfunção dos rins, lembra Isabela. “Uma pessoa pode desenvolver pedras nos rins por diversos fatores. Porém, a falta de água no organismo sobrecarrega a função renal na hora de filtrar os nutrientes e, assim, aumenta a chance de formação de cálculos renais”, explica a nefrologista. “Quem tem problemas renais sabe que a orientação médica é beber água sempre”, completa.

Em comparação às demais estações do ano, no inverno se demora muito mais para sentir sede. E, por isso, o risco de a pessoa que não bebe água ficar desidratada aumenta. Apesar da quantidade de água necessária variar de pessoa para pessoa, dependendo dos seus hábitos, idade, peso e de uma série de outros fatores, para adultos, o Ministério da Saúde recomenda o consumo de cerca de dois litros de água ao longo do dia, em pequenas porções.

A ingestão de outros líquidos também ajuda, mas não substitui a água. No inverno, mesmo se a pessoa consumir chocolate quente, chá e outras bebidas aquecidas, precisa sim beber água. “Quando se ingere essas bebidas é importante saber que elas ajudam a manter o corpo quente, mas não substituem a água no processo de hidratação. É diferente dos sucos naturais e alimentos com bastante água em sua composição, como frutas, que ajudam na hidratação”, completa Isabela. A água é essencial para a manutenção da vida. Sem ela, o ser humano não sobrevive muitos dias.

Sobre o Ineb

O Instituto de Nefrologia de Brasília (Ineb) pertence ao maior grupo de clínicas de hemodiálise do Brasil que atende exclusivamente beneficiários de planos de saúde. Oferece serviços alternativos inovadores e hotelaria premium, o que resulta no melhor tratamento renal conhecido pela ciência com total conforto e comodidade para os pacientes. Em Brasília administra duas clínicas estrategicamente localizadas em Águas Claras (Avenida Sibipiruna, Lote 14, Loja 1) e Ceilândia (QCNM 1 Bloco 1, Lote 3, Loja 01).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *